Você está aqui: Página Inicial / Blog / 2011 / 08 / 30 / Associação Python Brasil: Time to call it a day

Associação Python Brasil: Time to call it a day

As vezes o certo é admitir que o trabalho foi feito e que é hora de seguir a vida.
Associação Python Brasil: Time to call it a day

Começar de novo?

Em menos de um mês teremos a assembléia da Associação Python Brasil e desde já proponho que a pauta seja o encerramento da entidade. Sim, é hora de dizer "já chega".

Bons ideais

Fundada em 2007 a APyB nasceu com objetivo de divulgar Python no Brasil, algo que já era feito de maneira ad-hoc por vários heróis e que seria, então, coordenado e incentivado por uma entidade jurídica formal, composta por pessoas mais que competentes.

Muito foi feito sob o manto da APyB, não há como negar. Porém, uma análise mais ponderada mostra que as iniciativas foram mais fruto do empenho de poucos do que realmente ações coordenadas. Em resumo, a diferença do antes/depois foi o CNPJ.

Small Acts, great results

A PythonBrasil[6] foi um divisor de águas. Em duas apresentações, Facundo Batista (PyAr) e Henrique Bastos (Small Acts), demonstraram não só que é possível "community building" sem amarras, mas também que os benefícios de uma entidade formal são superestimados.

Hoje sou um convertido ao manifesto Small Acts e digo mais, vejo nos feitos do Henrique Bastos a concretização dos objetivos originais da APyB.

Heróis, versão 2011

A participação de Python no FISL escancarou a inação da gestão da APyB, mas já cantei os heróis aqui.

Em 2011, o grande nome da APyB é Rudá Porto. Ele sempre diz: "faço apenas o meu trabalho", mas a verdade é que dentre diretores e conselheiros atuais ele é o único que fez juz ao cargo que tem (Diretor de Ações Online).

Preciso citar também mais duas pessoas tem se mostrado dedicação e comprometimento ao "sonho" da APyB: Tânia Andrea e Douglas Andrade.

E a APyB 2012/2013?

Acredito que ela não tenha razão de existir.

Acredito que caras como Marco André, John Edson, João Sebastião (JS), seriam mais felizes e efetivos sem as reponsabilidades de cargos.

Acredito que uma comunidade que tem caras como Henrique Bastos e Rudá Porto consegue fazer muito mais do que tem feito.

E acredito, acima de tudo, que Tânia, Douglas, Ikke, Santagada são bons demais para se perderem em threads de +1 e parpites inócuos.

Eu sei que tem gente boa que quer ressucitar a APyB -- olhando para o amigo Gilmar ;-)

Eu sei que tem gente que decidiu deixar o barco passar e curtir a família -- PloneConf em 2012?

E eu, espero que independente do que aconteça dia 29/09/2011 a comunidade Python saia melhor do que entrou.

p.s.: Sim, é uma inspiração The Economist:Time to call it a day

 

 

 

registrado em: ,
comments powered by Disqus